Roubo de mercadorias está entre as maiores preocupações do Transporte Rodoviário de Cargas

Roubo de mercadorias está entre as maiores preocupações do Transporte Rodoviário de Cargas

O roubo de mercadorias aflige 62,5% dos transportadores rodoviários de cargas (TRC) entrevistados na Pesquisa CNT Perfil Empresarial. A dura realidade faz parte dos relatos dos empresários que responderam ao levantamento divulgado no último dia 07 de abril, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). As regiões Sul e Sudeste foram apontadas como aquelas com o maior número de ocorrências.

A partir dessa base de dados, a Confederação pode trabalhar em indicadores para monitorar o desempenho do segmento e contribuir na elaboração de estudos e pesquisas, além de aprimorar a reivindicação do setor de investimentos em infraestrutura e políticas governamentais.

“O elevado número de ocorrências de roubo de cargas expõe o transportador a uma situação de risco. O prejuízo decorrente tende a encarecer o serviço oferecido e o preço final dos produtos transportados, onerando, em última instância, o consumidor”, afirma o presidente da CNT, Vander Costa.

Além destes entraves que oneram o transportador, o empresário identificou outros itens de grande relevância em relação a seus custos operacionais: a maioria (81,5%) atribuiu ao combustível o maior impacto no gasto das empresas, seguido da mão de obra (11,2% dos entrevistados). O preço do diesel foi citado por 82,3% dos respondentes como uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo setor. No que diz respeito a sinistros, 47,0% dos empresários afirmaram que seus veículos se envolveram em algum acidente nos últimos 12 meses.

Os resultados da Pesquisa CNT Perfil Empresarial apresentam à sociedade a caracterização das empresas, um panorama da situação enfrentada pelo transportador e os desafios do setor. Exclusivamente aos empresários que responderam à Pesquisa, a Confederação disponibilizará um painel personalizado no qual cada empresa participante terá acesso aos seus próprios dados e poderá compará-los aos resultados consolidados e anonimizados no levantamento, permitindo, assim, verificar o seu posicionamento em relação às características identificadas. As informações restritas permitirão a identificação de melhorias nas ações das empresas e a definição de estratégias para o seu negócio.

Fonte: Agência CNT Transporte Atual

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Encontre no postal

Categoria

Últimos posts

Tags

Newsletters

Receba novidades

Roubo de mercadorias está entre as maiores preocupações do Transporte Rodoviário de Cargas

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Encontre no postal

Categoria

Últimos posts

Convenção Coletiva 2013/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2015NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP005206/2013DATA DE REGISTRO NO MTE: 16/05/2013NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR023328/2013NÚMERO DO PROCESSO: 46268.001282/2013-55DATA DO PROTOCOLO: 15/05/2013 SIND DOS CONDUTORES DE VEIC ROD E ANEXOS

Leina na íntegra »

Tags

Newsletters

Receba novidades